quarta-feira, 13 de abril de 2011

Eu sempre estive morta por dentro.

As escolhas só existem para nos machucar ou até matar, seja literalmente ou figurativamente. Eu sempre estive morta por dentro.


incrivel como montar um personagem se torna mais facil do que infrentar a realidade, não eu não julgo as pessoas talves não esse tipo... se eu não estive entre elas eu faria algum discurso tipico de como e bom ser eu mesmo (dificil) quando algo não esta bem NADA esta bem. Arvores secas e delas que eu estou falando, dificil mostrar sua fragilidade a todos eles apenas iriam rir de tudo que você é. EU ME IMPORTO COM O QUE PENSAM DE MIM e não tenho medo de assumir, cada olhar, cada gesto me faz parar e analizar o que eu sou, o que eu queria ser, e o que eu me tornei. Ao contrario do que eu vivo eu não sou a garotinha futil, que sua unica preocupação e o computador e um rolé de final de semana eu sou mais que uma pessoa feliz eu sou duas pessoas a que eu aparento ser e a que eu realmente sou duas pessoas distintas vivendo em uma mesma realidade pontos de vistas diferentes, camuflar o que eu sinto, os problemas que eu vivo e uma saida que eu encontrei para tudo isso' talvez seja loucura minha mais eu não vou parar porque isso me satisfaz de alguma forma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário